top of page

Todos juntos contra o Desperdício de Alimentos

Tema de grande interesse dos participantes do curso Sementes da Quebrada, o desperdício de alimentos originou um grupo de trabalho para criar uma ação relacionada ao problema.

O grupo é composto pelos seguintes integrantes: Beatriz de Castro, Beatriz Oliveira, Kelly Barbosa, Ludmila Dantas e Sérgio Spezza e contou com a mentoria de Flávia Cunha, da Casa Causa.


O desperdício de alimentos pode acontecer em diversas etapas da cadeia de distribuição: na produção, na colheita, no transporte, na armazenagem, nas centrais de distribuição, no varejo e também na casa dos consumidores. O grupo resolveu trabalhar principalmente com o varejo, atuando para reforçar a sensibilização dos colaboradores que lidam com o alimento no dia-a-dia. O que fazer para ajudar esses colaboradores a compreenderem mais profundamente os desafios e sair do modo automático nas tomadas de decisões?


A sensibilização é muito importante, relata Ludmila, e uma história que retrata bem isso é a de um colaborador que encarava a seleção e separação dos alimentos como um trabalho extra a ser feito. O direcionamento do alimento sem valor comercial, porém adequado para o consumo, para outro lugar exige uma dedicação extra. Apenas se compreendendo sua importância, este trabalho passa a ser motivado. Isso só aconteceu para esse colaborar quando ele foi convidado a participar de um evento, o Mesa Brasil, no SESC. O evento apresentou os dados dos alimentos arrecadados, os resultados e as instituições atendidas. Uma dessas instituições era a creche do filho desse colaborador. Quando ele descobriu isso,

quando ele viu que a creche em que o filho dele almoçava e jantava todos os dias recebia os alimentos que ele separava, aquilo sensibilizou tanto, que ele passou a ser disseminador da ideia dessa importância dentro da loja que tornou-se uma das lojas campeã em doações.

Enxergar os resultados e a importância do trabalho que é feito é a chave para ampliar as ações de combate ao desperdício.


Com essa motivação, o grupo buscou uma aproximação com a associação Prato Cheio. Trata-se de uma ONG fundada em 2001 por um grupo de universitários para distribuir alimentos que seriam desperdiçados no Mercado Municipal de São Paulo e direcioná-los para entidades assistenciais. Desde sua fundação, o Prato Cheio conseguiu coletar e doar mais de 3.300 toneladas de alimentos.


A ação colaborativa escolhida foi a criação de um vídeo institucional para sensibilização de colaboradores, gestores e funcionários do varejo. O roteiro foi elaborado e pensado com muito carinho e amor pela causa.



Agora, o desafio é encontrar profissionais interessados para realizar as gravações e edição desse vídeo. Para apoiar, entre em contato com a gente!


35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page