Todo “mutirinho” importa - Grupo se junta para apoiar horta comunitária em construção em São Caetano

Tudo começou quando Ana Luiza, Mariana, Ricardo, Jaqueline e Natália se juntaram, através do curso Sementes da Quebrada, para pensar nos problemas da agricultura convencional e o que pode ser feito para que todos tenham acesso a uma alimentação de qualidade.


O tema das hortas urbanas interessou a todos. Assim, a partir do convite de uma integrante da horta comunitária Sabor do Quintal (São Caetano do Sul- SP), a ação que ganhou vida foi a realização de um “mutirinho” de reconhecimento do espaço com ações mão-na-massa, como capinagem e adubação dos canteiros. O “mutirinho” é uma adaptação dos mutirões às condições pandêmicas. O trabalho foi realizado em um tempo mais curto, com poucas pessoas e sem refeições compartilhadas.


“A minha experiência foi de ver muito do que a gente acredita, do que a gente aprendeu, do que a gente quer ver, em uma escala pequena. Tem muita coisa acontecendo lá dentro”.

Natália Maia Marciano


O grupo realizou as atividades de planejamento das atividades, de divulgação e também a ação em si, e o registro de pontos importantes em uma cartilha.




A Cartilha


A cartilha foi o material criado após a ação prática para incentivar a criação de hortas comunitárias em terrenos ociosos. O material conta um pouco da história da horta, estabelecida em um terreno da ENEL, apresenta o conceito da agroecologia e os princípios que direcionam as práticas, mostra as etapas do plantio, apresenta as PANC (plantas alimentícias não convencionais) e aborda o aproveitamento de recursos e a produção de sementes em espaços como as hortas.


Faça o download do material aqui.



Assista a apresentação na íntegra no Youtube

48 visualizações0 comentário