Educação alimentar em foco - Grupo lança e-book interativo sobre o tema

Com a missão de desenvolver uma ação voltada para educação alimentar, o grupo da Ana Nancy Máximo, do Guilherme Gomes, da Helen Couto, da Rosana Godinho, da Sandra Tami e da Thayná Vieira, apoiado pela mentora Ana Rita Cohen, escolheu trabalhar na elaboração de um e-book, durante o curso Sementes da Quebrada.


Frente ao aumento de doenças provocadas pela má alimentação, à desinformação sobre alimentação saudável, ao aumento da insegurança alimentar e ao desperdício e falta de conhecimento sobre o aproveitamento dos alimentos, a produção do e-book busca trabalhar essas questões e disseminar informações importantes desde a infância.


​​A ação visa atingir o público-alvo concentrado nas escolas municipais de São Paulo, com faixa etária de 7 a 10 anos, estimulando a leitura conjunta com os pais e responsáveis, e também sendo utilizado como um recurso dos educadores para o incentivo de práticas alimentares mais saudáveis.


O e-book “Brincando, cozinhando e aprendendo” possui um formato interativo em que hiperlinks levam a informações complementares com o intuito de estimular a curiosidade para mais aprofundamentos e buscas. O objetivo é promover uma leitura divertida com interações digitais variadas.


O conteúdo é dividido em cinco capítulos relacionados aos nossos sentidos: visão, audição, tato, olfato e paladar. As sessões fixas dentro desses capítulos relacionam o sentido abordado com questões de conhecimentos práticos ou com informações aprofundadas. Veja a prévia aqui.



“Precisamos dar um basta aos ultraprocessados para a população jovem; um basta às ‘coisas comestíveis’ tão vazias e isentas de nutrientes, industrializadas e cheios de aditivos químicos.
Um basta às devastadoras sequelas nas quais marcaram as gerações mais recentes. Precisamos sim, é de comida boa, feita em casa, comida afetiva, de verdade. Precisamos de alimentos que ofereçam nutrientes diversos oriundos da natureza, que supram e equilibrem a nossa saúde física, mental e espiritual. Isso é proporcionar qualidade de vida. Esta obra oferece orientação, desde os 7 anos de idade, a conhecerem e aplicarem o conceito de comida saudável, afetiva; comida de mãe, de avó.”

Ana Rita Cohen


Quais ações podem apoiar esse projeto?


1. Fortalecimento da rede de conhecimentos para encontrar pessoas dispostas a contribuir e avaliar tecnicamente o conteúdo e revisar o texto.

2. Apoio de profissionais na área de web design para desenvolver jogos e sugerir maior interatividade ao e-book.

3. Fortalecimento da rede de conhecimentos visando apoio para apresentação do material aos órgãos municipais competentes.


Curtiu a ideia? Entre em contato com a gente!


Assista a apresentação na íntegra no Youtube




44 visualizações0 comentário